Pasar al contenido principal
Disponible enPortuguês

Políticas e instituiçoes para desenvolvimento econômico territorial: o caso do Brasil

Publication cover

Políticas e instituiçoes para desenvolvimento econômico territorial: o caso do Brasil

Autor institucional: German Agency for Technical Cooperation-NU. CEPAL-NU. CEPAL. ILPES Descripción física: 109 p. : gráfs., tabls. Editorial: CEPAL Fecha: febrero 2010 Signatura: LC/L.3192-P ISBN: 9789213234075

Descripción

A pesquisa sobre políticas e instituições para o Desenvolvimento Econômico Territorial - DET no Brasil, teve caráter exploratório, foi elaborada entre maio e setembro de 2006, e faz parte de um conjunto de investigações que ocorreu simultaneamente em dez países da América Latina e Caribe. O trabalho foi coordenado pelo Diretor de Desenvolvimento Regional do ILPES / CEPAL, Dr. Ivan Silva Lira, e contou com o apoio do Escritório da CEPAL no Brasil, e o suporte do Ministério da Integração Nacional, por meio da Coordenação de Informações, da Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional. Foram utilizadas fontes documentais e entrevistas realizadas em Brasília e nos estados do Acre, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. As pesquisas de campo foram realizadas paralelamente à elaboração dos produtos que ofereciam respostas às hipóteses apresentadas por ILPES / CEPAL. Os resultados da investigação foram reunidos em dois volumes. Esse documento responde as hipóteses apresentadas por ILPES / CEPAL. São apresentadas uma visão geral de cada tema e notas sobre elementos da pesquisa que subsidiaram o entendimento acerca da hipótese. Esse trabalho conta ainda com resumos das informações apuradas nos estados do Acre e do Ceará, que são mais extensos, abrangendo uma atividade produtiva específica, e os casos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, tratando apenas da estrutura institucional identificada nesses estados. Os casos estudados são descritos em outro documento, que também deverá ser publicado por ILPES / CEPAL, onde são apresentados os casos: Fábrica de preservativos masculinos em Xapuri, Acre; Território do sisal, Valente, Bahia; A floricultura em São Benedito, Serra de Ibiapaba, Ceará; Turismo ecológico em Bonito, Mato Grosso do Sul; Indústria calçadista em Nova Serrana, Minas Gerais; a cultura da maçã em Fraiburgo, Santa Catarina