Você está aqui

Disponível em:EnglishEspañolPortuguês

A importância da infraestrutura logística para a exploração sustentável dos recursos naturais

Segundo a CEPAL, é necessária uma nova governança desses recursos para que os benefícios de sua exploração sejam uma contribuição real ao desenvolvimento da América Latina e do Caribe.

21 de junho de 2016|Notícia

recursos_naturales_efe_4_675.jpg

Foto de un pozo petrolero
Foto: Larry Smith/EFE

Durante a primeira década deste século, a elevação nos preços dos recursos naturais impulsionou as economias da América Latina e do Caribe. Contudo, a região não foi capaz de gerar um processo virtuoso para o aproveitamento sustentável desta riqueza. Por este motivo, é necessária uma nova governança dos recursos naturais que assegure que os benefícios de sua exploração sejam sustentáveis e se transformem numa contribuição concreta ao desenvolvimento pleno, contribuindo para diminuir as desigualdades existentes, assinala a CEPAL no livro Hacia uma nova governança dos recursos naturais na América Latina e no Caribe.

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe destaca que, apesar da importância estratégica dos recursos naturais, não se observa na região uma atenção especial ao desenho de infraestruturas especializadas nem à promoção de serviços logísticos de valor agregado especialmente orientados a estes produtos. Além disso, grande parte da infraestrutura pública utilizada para o transporte desses recursos naturais é deficiente e com altas externalidades negativas sobre a população e o meio ambiente, acrescenta a publicação.

A infraestrutura de uso privado, em muitos casos, é uma barreira de entrada para outros atores produtivos e não favorece melhoras na conectividade com o território, o que dificulta a criação de eventuais economias de escala, de rede e de aglomeração que poderiam ser alcançadas em torno da logística dos recursos naturais, indica o relatório.

Dado que os custos logísticos na América Latina podem ser até quatro vezes mais altos que nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e que a exportação de recursos naturais é especialmente sensível ao volume e ao tempo, a CEPAL destaca que propiciar uma adequada logística para os recursos naturais é um tema de especial importância para o desenvolvimento da região, onde a falta de infraestrutura e os altos custos logísticos imperantes dificultam a possibilidade de realizar encadeamentos produtivos ou reexportações com valor agregado.

Em outras palavras, não haverá uma integração produtiva na região sem uma integração logística que a sustente.

No contexto desta necessidade imperante, a Divisão de Recursos Naturais e Infraestrutura da CEPAL, com o apoio da Conta de Desenvolvimento das Nações Unidas, executa o projeto “Integração logística para uma exploração mais sustentável dos recursos naturais na América Latina e no Caribe”, o qual busca aumentar o conhecimento dos governos da região sobre o papel da logística para o uso mais diversificado e a exploração sustentável dos recursos naturais, bem como fortalecer suas capacidades para o desenho e implementação de infraestrutura de transporte e logística e políticas nacionais neste âmbito.

Do mesmo modo, a CEPAL está implementando o Centro para a Governança dos Recursos Naturais na América Latina e no Caribe, o qual promove a elaboração de uma visão comum e a formulação de um pacto regional sobre a governança dos recursos naturais, propondo transformações sustentáveis mediante o tratamento de questões políticas, legais, econômicas, tributárias, ambientais, sociais, territoriais e intergeracionais que reflitam a percepção e as expectativas da população.

O Centro funcionará ao abrigo da Divisão de Recursos Naturais e Infraestrutura da CEPAL e será uma plataforma regional e multidisciplinar que, sob o guarda-chuva das Nações Unidas, analisará e levará adiante esforços de discussão, coordenação e disseminação de conhecimentos nesta temática,  além de oferecer e coordenar assistência técnica à altura das exigências dos Estados membros e do cambiante contexto geopolítico. 

Contato

Assinatura

Receba as novidades da CEPAL por e-mail

Assine