Pular para o conteúdo principal
Available in EnglishEspañolFrançaisPortuguês

Afrodescendentes e a matriz da desigualdade social na América Latina: desafios para a inclusão. Síntese

Publication cover

Afrodescendentes e a matriz da desigualdade social na América Latina: desafios para a inclusão. Síntese

Autor institucional: NU. CEPAL-Fondo de Población de las Naciones Unidas Physical Description: 53 p. Editorial: CEPAL Data: maio 2021 ECLAC symbol: LC/TS.2021/26

Descrição

Este documento, que constitui uma síntese do estudo “Afrodescendentes e a matriz da desigualdade social na América Latina: desafios para a inclusão”, apresenta informações novas e atualizadas sobre as condições de vida das pessoas afrodescendentes. Constatam-se progressos em diversos âmbitos do desenvolvimento, mas que são insuficientes para superar o racismo e as profundas desigualdades estruturais que continuam caracterizando a sua situação. Estes achados evidenciam os desafios urgentes que os Estados e a sociedade em geral devem enfrentar. Para isso, oferece-se uma série de recomendações de políticas a serem consideradas nos processos de transformação e aprofundamento democrático que a região necessita.

Índice

Introdução .-- A. Marco conceitual .-- B. O marco normativo de promoção da igualdade e garantia dos direitos da população afrodescendente na América Latina .-- C. Movimentos e organizações afrodescendentes, participação e representação .-- D. Visibilidade estatística da população afrodescendente e direito à informação .-- E. O contexto demográfico afrodescendente .-- F. Pobreza, estratificação e acesso a serviços .-- G. Desigualdades no âmbito da saúde .-- H. Desigualdades em matéria de educação .-- I. Pessoas afrodescendentes com deficiência .-- J. Desigualdades no mundo do trabalho .-- K. Violências .-- L. Racismo e migração: entrecruzamentos de uma problemática comum .-- M. Instituições e políticas de promoção da igualdade racial .-- N. Conclusões e recomendações.