Você está aqui

Disponível em:EnglishEspañol

Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe 2017. Documento informativo

dezembro 2017 | Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe
Publication cover
Autor institucional:
  • NU. CEPAL
Páginas:
12 p.
Editorial:
CEPAL
Tipo:
Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe
Coleção:
  • Relatórios Anuais
    • Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe

Descrição

Em 2017, a América Latina e o Caribe enfrentaram um contexto externo mais favorável no âmbito real e financeiro. No âmbito real, a economia mundial cresceria a uma taxa de 2,9%, cifra superior aos 2,4% alcançados em 2016. A melhora no crescimento foi quase generalizada e beneficiou tanto as economias desenvolvidas como as emergentes, que mostraram uma aceleração no ritmo de crescimento durante o ano. A taxa estimada de crescimento para as primeiras em 2017 é de 2,1% (frente a 1,6% em 2016), enquanto a taxa estimada para as segundas é de 4,5% (frente a 4,0% em 2016). Prevê-se que este contexto de maior crescimento se mantenha em 2018.
As projeções para 2018 situam o crescimento da economia mundial em torno de 3%, com um maior dinamismo das economias emergentes. As economias desenvolvidas manterão um crescimento em torno de 2%, enquanto as economias emergentes
mostrariam um aumento na taxa de crescimento, que chegaria a 4,8%. Espera-se que os Estados Unidos mantenham a aceleração econômica em 2018, a uma taxa estimada de 2,4%, enquanto a zona do euro registraria taxas semelhantes às de 2017. A China diminuiria seu crescimento em 0,3 décimo, com o que alcançaria 6,5%, enquanto a Índia cresceria 7,2% em 2018, em comparação com 6,7% em 2017.

Índice

A. O contexto internacional .-- B. O setor externo .-- C. A atividade econômica .-- D. Emprego e salários .-- E. As políticas macroeconômicas. 1. A política fiscal. 2. As políticas monetária e cambial e os preços .-- F. Perspectivas e desafios para 2018.