Pular para o conteúdo principal
Available in EnglishEspañolPortuguês

O Investimento Estrangeiro Direto na América Latina e Caribe, informe 2013. Documento informativo

Publication cover

O Investimento Estrangeiro Direto na América Latina e Caribe, informe 2013. Documento informativo

Autor institucional: NU. CEPAL. División de Desarrollo Productivo y Empresarial Descripción física: 14 p.; grafs. Editorial: CEPAL Data: maio 2014 Signatura: LC/G.2613-P ISBN: 9789211218541 (impreso)

Descrição

Em 2013, o investimento estrangeiro direto na América Latina e no Caribe alcan çou um novo máximo de 184.920 milhões de dólares, montante que supera em 4% o registrado em 2012. Isto significa que as entradas de IED se mantiveram praticamente estáveis pelo terceiro ano consecutivo, especialmente ao considerar que são medidas em termos nominais. Os fluxos mundiais de IED em 2013 cresceram 11 %, embora na cifra global estejam subjacentes grandes diferen ças entre as distintas regiões. O IED na União Europeia apresentou uma notória recupera ção (38%), depois da drástica queda ocorrida em 2012 (-56%), enquanto o destinado aos Estados Unidos mostrou uma pequena redu ção de 5% e o dirigido às economias em desenvolvimento e às economias em transi ção cresceu 6% e 45 % respectivamente. Em 2013, o crescimento da região reduziu-se para 2,5%, ao mesmo tempo em que a política monetária dos Estados Unidos trouxe incerteza aos mercados, o que veio a redundar em fortes deprecia ções das principais moedas da região. Por outro lado, os pre ços dos recursos naturais, ainda que se tenham mantido em níveis historicamente elevados, seguiram diminuindo, devido à incerteza quanto à situa ção econômica da China e do mundo desenvolvido.

Índice

A. Tendências do investimento estrangeiro direto na América Latina e no Caribe
B. As empresas transnacionais latino-americanas e caribenhas:
estratégias e resultados
C. Efeitos do investimento estrangeiro direto sobre o emprego
na América Latina e no Caribe