Você está aqui

Disponível em:EnglishEspañolPortuguês

UNASUL: Infraestrutura para a integração regional

Publication cover
Autor institucional:
  • NU. CEPAL
Signatura: LC/L.3408 65 p.: grafs., ilus. Editorial: CEPAL fevereiro 2012

Descrição

O documento está estruturado em quatro capítulos, dedicados ao estudo de aspectos relevantes da infraestrutura da América do Sul. O capítulo I introduz a relação entre a provisão de serviços de infraestrutura, o desenvolvimento econômico e a equidade e discorre sobre o impacto do investimento em infraestrutura, assim como o papel do Estado, as políticas públicas e a nova equação Estadomercado- sociedade. O capítulo II se concentra no diagnóstico sobre a infraestrutura na região, fazendo referência tanto a aspectos de investimentos como à infraestrutura econômica (energia, telecomunicações, transporte e saneamento); este capítulo também aborda aspectos relacionados com a organização dos mercados de infraestrutura, a institucionalidade e as políticas de infraestrutura de transporte e seus serviços, oferecendo uma proposta de mudança de paradigma para seu tratamento. Além disso, apresenta-se uma variedade de indicadores básicos de infraestrutura de transporte e logística para complementar o diagnóstico setorial na América do Sul. O capítulo III analisa a integração regional da infraestrutura e destaca sua importância, assinalando os avanços registrados na integração física regional na América do Sul desde o surgimento da Iniciativa para a Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (IIRSA) até a nova agenda da infraestrutura regional da UNASUL. Por último, o capítulo IV propõe reflexões finais úteis para enfrentar os principais desafios que se apresentam em matéria de infraestrutura nos países da UNASUL, com ênfase na área de transporte e logística. Finalmente, o documento destaca que um dos principais desafios que a região sul-americana enfrenta em matéria de serviços de infraestrutura é o desenho de novas formas de abordar as políticas públicas para o desenvolvimento com equidade. Em tal sentido, é preciso alinhar a concepção, desenho, execução, acompanhamento, fiscalização, avaliação e controle das políticas para os serviços de infraestrutura com a maximização de seus efeitos sobre o desenvolvimento.

Índice

I. Infraestrutura e desenvolvimento .-- II. Diagnóstico da infraestrutura .-- III. Integraçâo regional da infraestrutura .-- IV. Reflexões finais.