Você está aqui

Disponível em:EnglishEspañolPortuguês

Quarta Reunião da Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento da América Latina e do Caribe será realizada no primeiro semestre de 2022

A reunião, que foi adiada em 2020 devido à crise sanitária mundial provocada pela pandemia de COVID-19, será realizada na sede da CEPAL em Santiago do Chile numa modalidade híbrida, ou seja, presencial e virtual.

25 de maio de 2021|Notícia

Os países da América Latina e do Caribe realizarão a Quarta Reunião da Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento no primeiro semestre de 2022 na sede da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) em Santiago do Chile numa modalidade híbrida, ou seja, presencial e virtual. A decisão foi tomada pelos 14 países-membros da Mesa Diretora da Conferência durante uma reunião virtual realizada em 20 de maio.

A abertura da reunião contou com a presença de Silvia Loli Espinoza, Ministra da Mulher e Populações Vulneráveis do Peru, que exerce a Presidência da Conferência Regional de População e Desenvolvimento da América Latina e do Caribe; Raúl García-Buchaca, Secretário Executivo Adjunto de Administração e Análise de Programas da CEPAL; e Harold Robinson, Diretor Regional para a América Latina e o Caribe do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA). Intervieram também as delegações dos países-membros da Mesa Diretora da Conferência: Peru, Argentina, Bolívia, Brasil, Costa Rica, Cuba, Granada, Guiana, Jamaica, México, República Dominicana, Suriname, Uruguai e Venezuela.

Em seu discurso de abertura, Raúl García-Buchaca destacou a relevância crucial que os instrumentos multilaterais destinados a reduzir a desigualdade em nossas sociedades, como o Consenso de Montevidéu sobre População e Desenvolvimento da América Latina e do Caribe e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adquiriram no panorama provocado pela crise sanitária.

Também ressaltou que a Conferência Regional é uma plataforma excelente para levar a Agenda 2030 a todos os indivíduos, crianças, adolescentes, mulheres, idosos, migrantes, pessoas com deficiência, povos indígenas e afrodescendentes, sem deixar ninguém para trás.

Durante a reunião, entre outros mandatos, a Mesa Diretora solicitou que a CEPAL, na qualidade de secretaria técnica da Conferência, preparasse, em colaboração com a UNFPA, um documento sobre os impactos sociodemográficos da pandemia na região, com recomendações de recuperação e reconstrução no âmbito do Consenso de Montevidéu sobre População e Desenvolvimento, a ser apresentado durante a Quarta Reunião da Conferência.

A Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento da América Latina e do Caribe é um órgão subsidiário da CEPAL.  Realiza suas reuniões a cada dois anos e sua Mesa Diretora, atualmente presidida pelo Peru, se reúne pelo menos uma vez entre as sessões ordinárias.